Buscar
  • Fernando H. C. Leitão

O produtor rural não é um criminoso!


Vivemos hoje em Mato Grosso um clima de terror contra quem produz, especialmente em relação aos produtores rurais que vêm sendo criminalizados sobretudo, mas não exclusivamente, pelo Ministério Público por meio ações temerárias e ilegais que muitas vezes ainda encontram eco junto a um Judiciário despreparado para lidar com o tema ambiental.


Influenciados por pensamentos expropriatórios marxistas contra a propriedade privada, instrumentalizados por ONGs ambientais eco-terroristas, alguns burocratas estatais têm tomado medidas draconianas de perseguição contra produtores rurais.


Todas as condutas necessárias ao desempenho das mais basilares atividades agrícolas são vistas como ações criminosas contra o Meio Ambiente, gerando inúmeras implicações legais contra o produtor.

Exemplo disso são os incêndios no Pantanal que geram danos e causam desespero dos produtores rurais, e não os beneficiam, ao contrário do que dizem militantes ambientais. O agronegócio é fundamental para a subsistência humana, e não podemos aceitar que ideólogos ocupando cargos de relevo nas esferas estatais persigam o produtor rural pelo “crime” de produzirem alimentos para a Humanidade.

#direitoambiental #direitoagrário #sema #matogrosso #reservalegal #áreaconsolidada #car #apf #cadastroambientalrural #segurançajurídica #engenhariaambiental #engenhariaflorestal #meioambiente #leitaoadvambiental #fernandoleitao



2 visualizações0 comentário